quinta-feira, 12 de junho de 2008

aquele sobre irvine welsh.

a maioria das pessoas devem reconhecer o nome de irvine welsh como o escritor de trainspotting, um dos filmes sobre drogas mais porcos e brilhantes já feitos. e, acreditem, também é um livro, que eu nunca li em português, mas com muita dificuldade consegui ler a versão original.

o interessante do livro trainspotting é que ele é escrito com sotaque escocês. sim, sotaque escocês. talvez eu seja lenta, mas só conseguia entender o livro quando o lia em voz alta. a primeira frase do livro, por exemplo, diz:

"The sweat wis lashing oafay Sick Boy; he wis trembling. Ah wis jist sitting thair, focusing oan the telly, tryin no tae notice the cunt.".

sem falar nas imitações de sean connery feitas pelo personagem sick boy. personagem este, por sinal, que protagoniza a continuação do livro, chamada pornô.

mas deixemos de lado os livros antigos, este post é sobre o livro lançado a pouco no brasil: revelações picantes dos grandes chefs. a história é basicamente sobre dois inspetores sanitários, danny skinner (bêbado, drogado, hooligan e sarcástico) e brian kibby (nerd envergonhado). quando os dois começam a trabalhar juntos, skinner cria um ódio inexplicável por kibby, que resulta numa síndrome de dorian gray um pouco diferente: tudo que acontece com skinner afeta a saúde de kibby. skinner bebe, kibby acorda de ressaca. e por aí vai. além disso, temos a busca incessante de skinner por seu pai verdadeiro, que sua mãe, ex-punk de cabelo verde, fã do the clash, se recusa a revelar o nome.

o livro é do tipo que te prende na trama a cada um de seus curtos capítulos, e leva o leitor a uma relação de amor e ódio com os dois personagens principais, até a chegada de um fim de explodir o cérebro.

então, sylar, o que diz?

sylar says:
legal bagarai!
LEGAL BAGARAI!


recomendo MUITO.

3 comentários:

thiagonimphador disse...

ótima crítica tati! nunca vi o filme :~ boa oportunidade pra locar e ver. =}

OZ disse...

boa!! eu estava precisando mesmo de uma luz pra presentear uma amiga haha, valheu!!!

au revoir simone disse...

adoro trainspotting e tenho o dvd e nem sei quantas vezes já vi. mas já procurei o livro por aqui e nunca encontrei.
fiquei curiosa pra ler esse outro aí também.